Bahia cede empate ao Fluminense de Feira

Bahia cede empate ao Fluminense de Feira

1556
0
Bahia
FOTOS: FELIPE OLIVEIRA / EC BAHIA / DIVULGAÇÃO

O Bahia enfrentou o Fluminense de Feira, na noite desta quarta-feira (22), no Estádio Joia da Princisa, e ficou no empate por 1 a 1.
O Bahia volta a jogar pelo Baianão no dia 5 de março, contra o Vitória da Conquista, no Estádio Lomanto Júnior. A próxima partida do Tricolor de Aço será pela segunda fase da Copa do Brasil, neste sábado (25), às 16h30, contra o Paraná.

O Jogo
Mesmo fora de casa, o Bahia iniciou tomando conta da partida em Feira de Santana. Logo no começo, em cobrança de falta, o volante Juninho cobrou fechado e o goleiro Jair encaixou.

Aos 7 minutos, após cruzamento da direita, o centroavante Gustavo cabeceou e o camisa 1 do Fluminense de Feira segurou.
Aos 11, o meia Renato Cajá quase abriu o placar em cobrança de falta. Ele bateu colocado, buscando o ângulo direito, mas a bola passou próxima da trave. Em outro lance de bola parada, o zagueiro Eder apareceu no segundo pau e testou sem direção. O time da casa, aos 25 minutos, também levou muito perigo. O atacante Luiz Paulo finalizou dentro da área, porém, para sorte do Tricolor, a bola desviou na trave e saiu.

Apesar do susto, o Esquadrão abriu o palcar aos 31 minutos. Juninho cobrou falta na área e Eder, de esquerda, finalizou em cima do adversário.

A bola voltou para Eder, que bateu e contou com um desvio no rival: Bahia 1 a 0.
O Tricolor de Aço teve uma oportunidade de fazer 2 a 0, aos 36 minutos. O volante Juninho cobrou falta fechada, mas a bola saiu pela linha de fundo.
Segundo tempo
O time da casa ficou logo com dez atletas em campo.

O lateral esquerdo Juninho fez jogada individual, pela esquerda, e foi atingido por um chute no rosto do zagueiro Eduardo, imediatamente expulso pelo árbitro. Aos 8 minutos, depois de um belo passe de Juninho, Diego Rosa entrou na hora e, na hora do arremate, foi surpreendido pelo zagueiro do Fluminense de Feira.
Com a posse de bola, e a vantagem no placar, o Esquadrão buscou trabalhar a posse de bola ao máximo. Em uma das trocas de passes, aos 20 minutos, o atacante Mário arriscou de fora e levou certo perigo à meta de Jair. O atacante, que entrou na etapa final, assustou novamente aos 28 minutos. Bateu forte de fora da área e o goleiro Jair mandou para escanteio.
No último lance da partida, aos 50 minutos, o time da casa chegou ao empate com Rogério, após bate e rebate dentro da grande do Esquadrão.

O que achou o treinado Guto Ferreira

O treinador Guto Ferreira comentou o rendimento da equipe na noite desta quarta-feira (22), após o empate por 1 a 1 diante do Fluminense de Feira, no Estádio Joia da Princesa.
O comandante do Tricolor de Aço lamentou o gol sofrido nos minutos finais e reconheceu que, na etapa final, o Bahia não conseguiu ser competente para matar o jogo. “Tínhamos tudo para tomar conta da partida, com um atleta a mais, o que não aconteceu. Cometemos muitos erros na tomada de decisão. Erramos bastante e fomos penalizados”, afirmou.
Para Guto Ferreira, o resultado de empate será útil ao processo de aprendizado do grupo para o restante da temporada. “É um jogo que nos passa muitas lições. Vamos ter que aprender com os erros, mais uma vez, e evitar cometer eles no próximo jogo. É um processo de aprendizado, e hoje vivemos mais um capítulo”, pontuou.

Comentarios

comentarios

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta