Espetacular! O Barcelona conseguiu o que parecia o mais próximo do impossível.

Espetacular! O Barcelona conseguiu o que parecia o mais próximo do impossível.

1478
0
Barcelona
Reprodução

Gols de Barcelona 6 x 1 PSG. Barça consegue o “impossível”.

O time do Barcelona venceu por 6 a 1 o PSG nesta quarta-feira, no estádio Camp

Nou, no jogo de volta das oitavas-de-final da Liga dos Campeões, e se classificou para

a próxima fase da competição europeia, mesmo depois de ter sido goleado por 4 a 0

no duelo de ida na França e ter tomado um gol durante a partida, situação que fez

com que apenas o 6 a 1 fosse o placar para classificar o time azul-grená.

O sonho quase impossível do time catalão ficou muito perto de acontecer algumas

vezes e, quando parecia que não daria mais, um gol de Sergi Roberto e assistência de

Neymar no penúltimo lance do jogo concretizou esse feito que parece mais uma

lenda.

O Barcelona chegou a ficar com o placar de 3 a 0 aos 05 minutos do segundo tempo

com gol de pênalti de Messi – que deixava o azul-grená precisando de apenas mais

um gol para levar o jogo para a prorrogação -, mas um gol sofrido 12 minutos depois

feito por Cavani deixou o que parecia questão de tempo um sonho muito mais

distante dos catalães e do possível. Depois disso, ainda ficou com 5 a 1 faltando fazer

um gol e seis minutos para terminar a partida, até que o 6 a 1 lendário e inesquecível

aconteceu.

Antes de Messi, Suárez havia aberto o placar de cabeça aos 02 minutos de jogo e o

lateral do PSG Kurzawa ampliava para 2 a 0 com um gol contra ao tentar passe de Iniesta de calcanhar para o meio da área. Neymar marcou os dois outros gols, um golaço de falta e outro de pênalti.

Antes de todo esse 6 a 1 lendário, o Barça vivia outra situação, que mais parecia um outro jogo.

Foi assim: mesmo com o 3 a 1 que obrigava o Barça a fazer três e não tomar mais

nenhum devido à regra de peso maior para os gols fora de casa na Liga dos

Campeões, o time azul-grená continuava firme atacando e perseguindo seu objetivo e chegou muito, mas muito perto.

No entanto, o peso da difícil tarefa ficava nítido nos olhos de Neymar, Messi e Suárez,

o trio MSN que deu bastante trabalho no jogo, mas infelizmente pecou muito ao não

anotar nenhum gol na partida de ida na França.

Quando o placar estava em 3 a 1 ou mesmo 4 a 1, talvez ninguém imaginasse o que aconteceu no gramado do Camp Nou.

Atuação de Neymar Neymar foi o melhor do Barça.

Ele começou indo para cima da marcação em todas as vezes que pegava na bola e na grande maioria levava vantagem.

A preocupação da defesa do time francês foi intensa nele e abriu um pouco de espaço

para outras investidas pelo meio ou na direita, com Rafinha ou qualquer outro jogador

que caia naquele lado, principalmente Rakitic e Suárez.

Mesmo bastante marcado, Neymar marcou dois gols, um golaço de falta e outro de

pênalti, deu a assistência para o sexto gol, sofreu um pênalti, além das tabelas e

espaços que abriu na defesa do PSG.

Com a atuação do camisa 11, com certeza os jornais espanhóis, geralmente movidos

pela emoção, vão se derreter pelo brasileiro, principalmente depois de tanto pegar no

pé e colocar uma interrogação sobre essa contratação que foi uma das mais caras na

história do futebol.

Mesmo sendo uma crítica pesada (a grosso modo), a imprensa espanhola estava destacando bastante um aspecto verdadeiro sobre Neymar: no período de setembro de 2016 a janeiro de 2017, Neymar estava com uma média de gols muito ruim. Nas últimas semanas, no entanto, o brasileiro começou a tomar mais ações no jogo, e esquecendo tanto de servir Neymar e Suárez, e essa atitude parece que está fazendo com que ele cresça ainda mais. Crédito: Guia do Boleiro 

Comentarios

comentarios

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta