Dono de casarão que desabou na Ladeira da Soledade é indiciado pela...

Dono de casarão que desabou na Ladeira da Soledade é indiciado pela polícia

219
0
casarão

Dono de casarão que desabou na Ladeira da Soledade é indiciado pela polícia

Para a Polícia Civil, José Ivo dos Santos deve ser responsabilizado por três mortes. Vítimas ficaram soterradas em casa vizinha após desabamento do casarão.

Responsável pelo casarão que desabou sobre uma casa no último dia 24, na Ladeira da Soledade, na Lapinha, José Ivo dos Santos foi indiciado pela polícia pelas mortes das três vítimas, por desabamento culposo e lesão corporal.

De acordo com o titular da 2ª Delegacia (Lapinha), delegado Luiz Henrique Ferreira, o inquérito será enviado para o poder Judiciário.

José Prospério Deminco, 73 anos – que tinha tido dois AVCs recentemente -, e seus filhos Ana Paula Carreiro Deminco, 37, e Paulo Ricardo Carreiro Deminco, 44, morreram ainda no local.

Segundo vizinhos, Ana Paula havia se mudado para a casa do pai depois que ele sofreu os AVCs.

Outras duas pessoas foram socorridas para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas já foram liberadas. Simone Carreiro Deminco, 37, que era filha de José, e seu filho de 13 anos.

“As investigações foram finalizadas e levaram à conclusão de que

Ivo era o responsável pelo casarão. Ele se apresentava assim

perante à comunidade e a prefeitura. Ele também já havia

assinado uma notificação da prefeitura em 2011, depois que um

pedaço do telhado caiu”, afirma o delegado.

Em depoimento dado ao delegado na última quarta-feira (26), o responsável pelo imóvel havia afirmado que não era o proprietário da construção e da residência.

Na ocasião do desabamento, o diretor geral da Codesal, Gustavo Ferraz, afirmou que o acidente pode ter sido causado por uma obra irregular feita por um vizinho da família em um casarão que é tombado pelo Ipac.

“A prefeitura já está tomando todas as providências e prestando

todo apoio à família. A família foi uma vítima de uma provável

irresponsabilidade de um vizinho que fazia uma obra no telhado

sem autorização”, informou.

Comentarios

comentarios

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta