PF e CGU fazem operação contra fraudes no Fundeb na Bahia

PF e CGU fazem operação contra fraudes no Fundeb na Bahia

223
0
PF rio

Segundo a Polícia Federal, servidores da cidade de Apuarema eram contratados formalmente “por salários muito superiores à complexidade da atividade desempenhada”.

A Polícia Federal (PF) e a Controladoria Geral da União fizeram uma força-tarefa ontem (21) para cumprir 19 mandados na cidade de Apuarema, no interior da Bahia. A ‘Operação Inflet’ apura indícios e depoimentos para investigar desvio de recursos federais do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e de Valorização dos Profissionais da Educação, praticados pela ex-prefeita da cidade, pelo ex-secretário de Administração (filho da ex-prefeita) e ex- servidores municipais.

Segundo a Polícia Federal, os servidores eram contratados formalmente “por salários muito superiores à complexidade da atividade desempenhada”. O dinheiro, no entanto, era depositado na conta de outros servidores aliciados, que o sacavam e repassavam para a ex-prefeita e outros integrantes do esquema. Assim, apenas uma “pequena parte” do valor era realmente

repassada ao servidor contratado.

A Polícia Federal informou que o valor desviado chegava a ser oito

vezes superior ao valor realmente pago aos servidores

contratados para prestar serviço. Além da ex-gestora e de

servidores da prefeitura, a polícia descobriu que a então

supervisora de Educação e a ex-chefe do Setor de

Acompanhamento de Programas de Assistência ao Estudante

eram coniventes e auxiliavam nos desvios.

Comentarios

comentarios

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta