Presidente do Chapecó diz que Barça vai doar 250 mil euros ao...

Presidente do Chapecó diz que Barça vai doar 250 mil euros ao clube

677
0
Chapecó
Chapecó

Presidente do Chapecó diz que Barça vai doar 250 mil euros ao clube

Os valores serão entregues em agosto quando a Chapecoense enfrentará o Barcelona no Camp Nou.

O Presidente da Associação Chapecoense de Futebol, Plínio David de Nês Filho, confirmou em entrevista ao Sputnik Brasil que o clube de Chapecó vai receber do Barcelona, da Espanha, 250 mil euros e mais algumas vantagens decorrentes de um jogo promocional entre as duas equipes.

Os valores serão entregues em agosto quando a Chapecoense enfrentará o Barcelona no Camp Nou, o estádio da equipe catalã.

Neste dia, a Chapecoense receberá estes 250 mil euros e outros valores, como explica o Presidente Plínio David de Nês Filho.

“Na realidade, o Barcelona foi o primeiro clube a se manifestar

sobre a reconstrução da Chapecoense. Esta ajuda financeira está

em fase de execução de um contrato porque nós teremos agora no

mês de agosto um jogo na cidade de Barcelona contra o próprio

Barcelona. Será um torneio no estádio Camp Nou. Nós vamos

receber estes valores, que são representados por 250 mil euros, e

mais as negociações que estamos fazendo com eles (dirigentes do

Barcelona) para este jogo promocional. Então, nós ainda não

recebemos este valor. Só vamos recebê-lo em agosto, na ocasião

do jogo. Junto com ele, receberemos os demais valores

provenientes da renda da partida, da venda de camisas e de

outras coisas promocionais deste jogo.”

A data exata da partida entre Barcelona e Chapecoense só será definida em maio segundo o presidente da Chapecoense, já que o Barcelona ainda está adequando a sua agenda de compromissos a este evento.

Ainda de acordo com o Sr. Plínio David, o Barcelona foi o único clube a oferecer ajuda financeira à Chapecoense.

Todos os demais clubes, do Brasil e do exterior, têm ajudado a agremiação de Chapecó com a cessão gratuita de jogadores (no caso dos clubes brasileiros) e com convites para a realização de amistosos em países da América Central, da Europa e da Ásia.

No caso destas partidas, todas as arrecadações com venda de ingressos reverteriam para a Chapecoense.

O Sr. Plínio David aproveitou para agradecer a todos que, de alguma uma forma, têm contribuído para o reerguimento da Chapecoense, clube abalado pela tragédia da madrugada de 29 de novembro de 2016.

O avião que conduzia a delegação e jornalistas para o jogo contra o Atlético Nacional em Medellín, na Colômbia, que seria a primeira partida decisiva da Copa Sul Americana, caiu pouco antes de aterrissar no aeroporto local.

Morreram 71 pessoas e apenas seis sobreviveram: os tripulantes Ximena Suarez (comissária de bordo), Erwin Tumiri (técnico de vôo), o radialista Rafael Henzel e os jogadores Neto, Alan Ruschel e Jackson Follmann, este tendo sofrido amputação de uma das pernas. (Sputnik)

Comentarios

comentarios

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta