RH Bahia conclui revisão dos requisitos de negócio da Perícia Médica que...

RH Bahia conclui revisão dos requisitos de negócio da Perícia Médica que serão integrados ao novo sistema

141
0
bahia

RH Bahia conclui revisão dos requisitos de negócio da Perícia Médica que serão integrados ao novo sistema.

Você sabia que, com o RH Bahia, o servidor vai requerer sua inspeção médica pela internet? E que os processos para solicitação dos adicionais de periculosidade e insalubridade vão tramitar on-line? Na semana passada, a equipe do projeto concluiu o levantamento dos requisitos de negócio relativos aos processos de Saúde, Segurança e Perícia Médica que serão contemplados no novo sistema.

O fim da atividade é um avanço no andamento da segunda onda de implantação do SAP pelo governo baiano, que irá abranger 53 órgãos, autarquias e fundações do Estado. Ao mesmo tempo, é uma oportunidade para conhecer melhor algumas mudanças que serão geradas pela entrada em operação do software, que vai automatizar mais de 90% dos processos de Recursos Humanos do Estado.

Para a coordenadora administrativa da Junta Médica Oficial do Estado Michele Castro, “o momento é de conquista”. Desde o último mês de abril, ela e o consultor da empresa contratada Resource, Rafael Andrade, vinham trabalhando na revisão do BBP da área de Saúde, Segurança e Perícia Médica. A sigla BBP – do inglês Business Blueprint – se refere ao documento onde constam as regras de negócio. Agora, o próximo passo será desenvolver as funcionalidades no software.

“Nosso desafio foi muito grande em razão das especificidades dos processos na administração pública, muito distintos dos adotados pelas empresas”, conta Rafael. Já Michele lembra que a atividade demandou também uma revisão nos processos do Sistema de Perícias Médicas (SPM). Utilizado internamente pela equipe da Junta Médica, o SPM será integrado ao novo sistema, passando a não só a receber como também a transmitir dados para o SAP.

Esta, no entanto, é apenas uma das mudanças que serão promovidas pelo RH Bahia. A seguir, você confere algumas novidades que o sistema irá trazer para facilitar o dia a dia do servidor, e aprimorar os processos de gestão de pessoas.

Requisição online – Ninguém mais vai precisar preencher

formulário de papel, colher a assinatura do chefe e levar à Junta

Médica. Quando o RH Bahia entrar em operação, os servidores

estaduais que precisarem se submeter a uma perícia médica

solicitarão o procedimento on-line, por meio do Portal de

Serviços. Assim que o chefe imediato aprovar virtualmente o

pedido, uma mensagem de aviso será enviada à Junta Médica e

ao próprio servidor, que terá um prazo de três dias para

comparecer à unidade e se submeter à inspeção, munido de

documento de identidade, relatório e exames médicos.

Periculosidade e Insalubridade – Na hora de reivindicar o direito a

receber os adicionais de periculosidade e/ou insalubridade, o

servidor também vai encaminhar seu pedido e receber o aval do chefe on-line, por meio do Portal de Serviços. Outra novidade é que os dados das avaliações realizadas pela Junta para fins de concessão destas indenizações – hoje gerenciados por meio de programas como Word e Excel – passarão a ser cadastrados diretamente no Sistema de Perícias Médicas, o que vai garantir mais confiabilidade ao registro das informações.

Informações gerenciais – Com o RH Bahia, os gestores do Estado poderão gerar relatórios gerenciais com o quantitativo de casos de afastamento na sua equipe. Os dados vão ajudar na realização de diagnósticos e até na definição de estratégias preventivas. Em paralelo, a equipe da Junta Médica vai se beneficiar dos recursos proporcionados pelo SAP para ter acesso a uma grande variedade de dados relativos à gestão do afastamento no Estado.

Comentarios

comentarios

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta